NOTÍCIAS E EVENTOS

COMPARAÇÃO ENTRE OS MÉTODOS CONVENCIONAL E PORTÁTIL PARA DOSAGEM DE CÁLCIO TOTAL BOVINO

Rafahel Carvalho de Souza¹, Bruno Machado Saturnino¹, Karine Raquel Teixeira¹, Guilherme Lobato Menezes²

Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, Betim, MG, Brasil.

Universidade Federal de Minas Gerais, Departamento de Zootecnia, Belo Horizonte, Brasil.

Introdução

A hipocalcemia é uma desordem metabólica causada pela deficiência de cálcio. Sua maior incidência ocorre pós-parto e ao início da lactação. A manifestação subclínica da doença é a forma mais prevalente e responsável por parte das perdas econômicas na pecuária leiteira. Diante disso, o monitoramento dessa enfermidade em vacas leiteiras no período de transição e diagnóstico precoce, são ferramentas importantes para tomadas de decisões frente ao desafio. Quanto ao diagnóstico, o exame bioquímico laboratorial é o mais utilizado, todavia, tem apresentado resultados inconsistentes. Este fato pode estar associado à instabilidade da amostra e ao teste, já que a grande maioria dos kits reagentes bioquímicos utilizados são da linha humana. Em contrapartida, os testes rápidos para dosagem de cálcio realizados em aparelhos portáteis e por serem realizados a campo, podem diminuir a instabilidade da amostra melhorando a confiabilidade dos resultados. Sendo assim objetivou-se avaliar a repetibilidade dos resultados entre amostras avaliadas por método laboratorial bioquímico e o analisador portátil (Ca+Vet – ECO Diagnóstica Ltda – Brasil).

Metodologia

Para isso, foram coletadas amostras de sangue de 93 animais das raças Holandês e Girolando situados em fazendas leiterias comerciais no estado de Minas Gerais. A amostras foram processadas para separar o plasma, centrifugada a 3.200 rpm por 5 minutos. Após separação, foram divididas em quatro alíquotas e distribuídas aleatoriamente duas em cada tratamento.

Para análise de repetibilidade entre os testes, foi realizado a teste de coeficiente de determinação entre as duplicatas no mesmo tratamento.

Resultados

Os resultados obtidos através do método laboratorial bioquímico apresentaram baixo coeficiente de determinação (R2 = 17,25%).

Gráfico 1. Coeficiente de Determinação (R2) entre as 2 alíquotas da mesma amostra obtidos através do método laboratorial bioquímico.

Em contrapartida os resultados obtidos através do analisador portátil, apresentaram alto coeficiente de determinação (R2 = 92,74%), demostrando boa repetibilidade no teste.

 

Gráfico 2. Coeficiente de Determinação (R2) entre as 2 alíquotas da mesma amostra  utilizando o analisador portátil para cálcio total bovino (Ca+Vet –  ECO Diagnóstica).

Considerações finais   

O uso do analisador portátil como método de diagnóstico da hipocalcemia apresentou boa repetibilidade entre os resultados, já os métodos de análise bioquímicos em laboratório apresentaram baixa repetibilidade. Mais estudos precisam ser realizados a fim de verificar as instabilidades de dosagens de cálcio bovino com kits reagentes convencionais.

Depoimento

Atuo há quase 15 anos na área de sanidade em bovinos. Nesse tempo mudamos nosso foco de... (leia mais)

Rogério Carvalho Souza

Médico Veterinário, Doutor em Clínica e Cirurgia de Bovinos.

ECO DIAGNÓSTICA

Matriz: R. das Acácias, 1338 • SL. 906
Vale do Sereno • CEP: 34.006-003
Nova Lima • MG • +55 31 3653-2025

vendas@ecodiagnóstica.com.br

Filial: Av. Amarante Ribeiro de Castro, 551
Oliveira • CEP: 39.200-000 • Corinto • MG
+55 38 3751-1270