NOTÍCIAS E EVENTOS

O Soro Amilóide A (SAA) é uma proteína de fase aguda e α-globulina que é produzida no fígado em resposta a citocinas inflamatórias. É considerada uma das principais proteínas da fase aguda em espécies domésticas, exceto em suínos, em que baixos valores estão presentes em animais normais, com aumentos acentuados (100-1000 vezes) ocorrendo dentro de 24 a 48 horas com inflamação aguda. As concentrações também diminuem rapidamente após a resolução da inflamação, tornando a medição do SAA uma ferramenta útil para monitorar o curso da inflamação em um animal individualmente.

O Soro Amilóide A funciona como uma proteína inflamatória e imunomoduladora, induzindo secreção inflamatória de citocinas, quimiotaxia de neutrófilos e mastócitos e modula as respostas imunes. O SAA media esses efeitos, ligando-se a vários receptores nas células. Embora o fígado seja o principal local de síntese, a produção extra-hepática de SAA ocorre (por exemplo, nos pulmões, glândula mamária, útero, sistema gastrointestinal. A síntese hepática ocorre em resposta a citocinas inflamatórias (como as interleucinas 1 e 6) e é considerada parte da resposta imune inata. Em animais, o teste para SAA é predominantemente realizado como um marcador sensível de inflamação.

Como indicado acima, a medição do SAA é geralmente usada para detectar inflamação subclínica e sua resolução. O Vcheck é um analisador por fluorescência, que permite a dosagem de SAA felino em apenas 5 minutos, com apenas 5uL de soro. Permitindo ao veterinário fazer acompanhamento do seu paciente, com dosagens seriadas rápidas e práticas.

As aplicações relatadas em literatura para mensuração de SAA são:

Inflamação sistêmica e localizadas: Altas concentrações de SAA são observadas em condições de inflamação induzida ou ocorrendo espontaneamente e as concentrações diminuem com a resolução. O SAA não é específico para a causa da inflamação. Mas é um ótimo marcador precoce de saúde.

Amiloidose: Concentrações persistentemente altas de SAA podem levar à síndrome da amiloidose sistêmica.

Entre em contato com a ECO Diagnóstica e saiba como ter a dosagem de Soro Amilóide A no seu negócio.

 

Referências:

Eckersall PD, Bell, R Acute phase proteins: Biomarkers of infection and inflammation in veterinary medicine. The Veterinary Journal 185 (2010) 23–27.

Tamamoto T, Ohno K, Takahashi M, Nakashima K, Fujino Y, Tsujimoto H. Serum amyloid A as a prognostic marker in cats with various diseases. Journal of Veterinary Diagnostic Investigation 25(3) 428–432.

Depoimento

Atuo há quase 15 anos na área de sanidade em bovinos. Nesse tempo mudamos nosso foco de... (leia mais)

Rogério Carvalho Souza

Médico Veterinário, Doutor em Clínica e Cirurgia de Bovinos.

ECO DIAGNÓSTICA

Matriz: R. das Acácias, 1338 • SL. 906
Vale do Sereno • CEP: 34.006-003
Nova Lima • MG • +55 31 3653-2025

vendas@ecodiagnóstica.com.br

Filial: Av. Amarante Ribeiro de Castro, 551
Oliveira • CEP: 39.200-000 • Corinto • MG
+55 38 3751-1270