NOTÍCIAS E EVENTOS

ECC X CETOSE: Por que avaliar?

Sabemos que a cetose é uma das doenças metabólicas mais comuns em bovinos leiteiros de alta produção, principalmente no período do puerpério, mas você sabia que quanto maior o escore de condição corporal, maior a chance de desenvolvimento de cetose?

As reservas corporais são avaliadas com grande importância para desempenho e produtividade do animal, além de controlar as doenças metabólicas. No período pós-parto, vacas perdem condição corporal fisiologicamente, pois para produzir leite, o metabolismo utiliza das reservas corporais com o que se denomina Balanço Energético Negativo.

Os períodos em que mais se deve ficar atento à condição corporal são os períodos seco, pós-parto e final do período voluntário de espera, onde se pode ajustar o consumo de matéria seca para correção de possíveis falhas.

Como é feita a avaliação do ECC?

A condição corporal é feita observando-se a garupa da vaca, primeiramente observando-se os ossos do íleo, do ísquio e da inserção da cauda.

A escala mais utilizada para gado de leite é a que vai de 1 a 5 (EDMONSON et al., 1989), sendo 1 para a vaca extremamente magra e 5 para a vaca extremamente gorda. É requerido a avaliação de 0,50 ou 0,25 pontos para mais ou para menos na escala.

O que o ECC afeta na Cetose?

Vacas que apresentam alto ECC no período pós-parto vão ser desafiadas pela esteatose hepática (fígado gordo) e cetose tipo II. Há um limite para a quantidade de ácidos graxos que pode ser manipulada pelo organismo e utilizada pelo fígado. Quando se atinge esse limite, as gorduras não são mais queimadas para fornecer energia (como no BEN), elas começam a se acumular nas células do fígado como triglicerídeos e alguns dos ácidos graxos são convertidos em corpos cetônicos. Está associada a valores de hipoglicemia, hiperinsulinemia e resistência a insulina.

Conheça o KetoVet, aparelho para monitoramento da cetose bovina

 

Fonte: AROREIRA, L. J. M. Cetose e infiltração gordurosa no fígado em vacas leiteiras. Juiz de Fora: Embrapa-CNPGL, 1998. 23 p.

Depoimento

Atuo há quase 15 anos na área de sanidade em bovinos. Nesse tempo mudamos nosso foco de... (leia mais)

Rogério Carvalho Souza

Médico Veterinário, Doutor em Clínica e Cirurgia de Bovinos.

ECO DIAGNÓSTICA

Matriz: R. das Acácias, 1338 • SL. 906
Vale do Sereno • CEP: 34.006-003
Nova Lima • MG • +55 31 3653-2025

vendas@ecodiagnostica.com.br

Filial: Av. Amarante Ribeiro de Castro, 551
Oliveira • CEP: 39.200-000 • Corinto • MG
+55 38 3751-1270