Blog

Posso usar um medidor de glicose humano para cães e gatos?

Posso usar um medidor de glicose humano para cães e gatos?

Dosar a glicose animal com um glicosímetro humano não é recomendado porque a distribuição de glicose no sangue de humanos e animais é diferente. Há também uma variação entre o tamanho dos glóbulos vermelhos entre essas espécies. Apenas por essas duas razões, os resultados de um aparelho de monitoramento de glicose humano para dosagem em cães e gatos não é adequado!

Porcentagem da Glicose  Cão Gato Humano
Plasma 87,5% 93% 58%

 

Glicosímetros humanos subestimam os valores de glicemia em cães e gatos*

 A seleção de um glicosímetro apropriado para cães e gatos é importante, pois os dispositivos projetados para humanos são variavelmente discrepantes quando utilizados em animais. Aparelhos portáteis usam métodos eletroquímicos ou fotométricas para determinar a concentração total de glicose sanguínea, ou seja, a glicose no interior dos eritrócitos mais a glicose dissolvida no plasma. A concentração de glicose é então extrapolada a partir deste número e exibida pelo aparelho. Eritrócitos humanos contêm uma grande quantidade de glicose, correspondendo a mais de 40% do total medido. No entanto, os eritrócitos de caninos e felinos contêm consideravelmente menos glicose e, portanto, contribuem muito menos para a quantidade total medida. Assim, glicosímetros projetados para uso em seres humanos tendem a subestimar os valores de glicemia em cães e gatos.

REFERÊNCIAS:

*Adaptação do trecho de MEYRER, B. Diabetes Mellitus: monitorando o tratamento. Seminário apresentado na disciplina Transtornos Metabólicos dos Animais Domésticos, Programa de Pós-Graduação em Ciências Veterinárias, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, 2014, Página 8.

Compartilhe

LEIA MAIS

Outubro rosa pet

Assim como as mulheres, as cadelas estão propensas a desenvolverem neoplasia mamária. Fique atento! A […]

Você conhece o impacto da cetose subclínica e da hipocalcemia subclínica nos rebanhos leiteiros?

Em rebanho leiteiros, as doenças metabólicas do período de transição vem ganhando cada vez mais importância […]

Hepatite infecciosa canina

Hepatite infecciosa canina A hepatite infecciosa canina é provocada pelo adenovírus canino de tipo 1 […]