Blog

SDMA – biomarcador da função renal

SDMA – biomarcador da função renal

O SDMA (dimetilarginina simétrica) é um biomarcador específico da função renal possibilitando a detecção de Insuficiência Renal Aguda (IRA) e de Doença Renal Crônica (DRC) mais precocemente. Além de detectar IRA e DRC, o SDMA pode auxiliar nas recomendações de tratamento mais eficazes para doença em evolução.

O SDMA é excretado pelos rins e tem correlação direta com a Taxa de Filtração Glomerular (TFG) em cães e gatos.

O SDMA aumenta quando há uma redução de 25% da função renal, enquanto, a creatinina se eleva a partir da perda de quase 75%, o que torna o biomarcador mais confiável do que a creatinina para o diagnóstico de IRA e DRC.

É um biomarcador renal extremamente confiável pois sofre menor impacto de fatores extra renais (estado de saúde geral e idade do animal ou outras doenças).

A DRC é uma condição frequente em cães e gatos, principalmente em idade avançada, mas pode desenvolver em qualquer idade. Um em cada três gatos e um em cada dez cães desenvolvem alguma forma da doença ao longo da vida.

Os sintomas podem variar de falta de apetite até apatia, prostração, vômitos, diarreia, emagrecimento progressivo e desidratação.

A doença é crônica, irreversível e possui alta taxa de progressão. Para conter o avanço e promover maior qualidade de vida ao animal, quanto mais cedo a enfermidade for detectada e, consequentemente, o tratamento iniciar, maiores serão as chances de sucesso.

A ECO Diagnóstica agregou ao portfólio do Vchek (Point of Care), o teste de SDMA para detectar IRA e DRC precocemente.

O Vchek SDMA faz a medição quantitativa da concentração de SDMA em cães e gatos com apenas 50µL de soro, plasma (heparina) e libera o resultado em 11 minutos.

O kit é completo com pipeta, ponteiras e reagentes para realização do teste e possui estudo comparativo de desempenho com grande laboratório de referência no mercado.

Para maiores informações: www.ecodiagnosticavet.com.br ou contato@ecodiagnosticavet.com.br.

Compartilhe

LEIA MAIS

Outubro rosa pet

Assim como as mulheres, as cadelas estão propensas a desenvolverem neoplasia mamária. Fique atento! A […]

Você conhece o impacto da cetose subclínica e da hipocalcemia subclínica nos rebanhos leiteiros?

Em rebanho leiteiros, as doenças metabólicas do período de transição vem ganhando cada vez mais importância […]

Hepatite infecciosa canina

Hepatite infecciosa canina A hepatite infecciosa canina é provocada pelo adenovírus canino de tipo 1 […]